« Voltar
SOROR VIOLANTE DO CÉU

 

[N. Lisboa, 1601 — m. Lisboa, 1693]

 

 

 

Poetisa barroca, Violante de Montesino, ou Violante da Silveira, foi freira dominicana em Lisboa e tocadora de harpa. A sua poesia é engenhosamente elaborada e lapidar, entroncando no conceptismo amoroso peninsular. Escreveu em português e em castelhano. Muito considerada no seu tempo (chamaram-lhe a «décima musa» e a «Fénix dos engenhos lusitanos», distinguiu-se no domínio virtuoso do soneto. Além desta forma, décimas, odes, romances, madrigais, elegias, sextinas, epístolas, glosas e vilancicos constituem a sua obra, profana e religiosa, parte da qual figura anonimamente na Fénix Renascida /1716-1728).

 

 in Dicionário Cronológico de Autores Portugueses
« Voltar