Pólos sul e norte...
Meu tédio gageiro,
Por que estranha sorte
Não há um terceiro?

Mas a terra... a ciência,
Ciência, sim, isso já...
Já disse... Evidência...
Mas porque o não há?


[1913]

In Poesia 1902-1917 , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas, Madalena Dine, 2005
Fernando Pessoa
« Voltar