O filho de Latona esclarecido,
que com seu raio alegra a humana gente,
o hrrido Piton, brava serpente,
matou, sendo das gentes to temido.

Feriu com arco, e de arco foi ferido
com ponta aguda de ouro reluzente;
nas Tesslicas praias, docemente,
pela Ninfa Peneia andou perdido.

No lhe pde valer, para seu dano,
cincia, diligncias, nem respeito
de ser alto, celeste e soberano.

Se este nunca alcanou nem um engano
de quem era to pouco em seu respeito,
eu que espero de um ser que mais que humano?

Luís Vaz de Camões
[O FILHO DE LATONA ESCLARECIDO]
Voltar