Um, dois, três...
Na relva tiram a passagem...
Fadas? Elfos? Rés-vés
Da sombra e da margem...

Um, dois, três...
E são uma maravilha
Só em mim esses passos e brilha
Mais cada flor...

6 - 4 - 1919

In Poesia 1918-1930 , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas, Madalena Dine, 2005
Fernando Pessoa
« Voltar