Semearam meus pais, e eu nasci.
Assim começa a vida.
Mas havia tal força na semente,
Que tenho em mim, crescida,
Uma seara ausente.
Sou muitos sonhos juntos.
E a multidão num só, é sempre um sinal certo
De eleição...
Ah, mísera traição
Do meu caminho nunca descoberto!


                                                      Coimbra, 11 Junho de 1959.

11 - 6 - 1959

In Diário VIII
Miguel Torga
« Voltar