CANTIGA ALHEIA

Minina fermosa,
dizei: de que vem
serdes rigorosa
a quem vos quer bem?

VOLTAS PRPRIAS

No sei quem assela
vossa fermosura;
que quem to dura
no pode ser bela.
Vs sereis fermosa;
mas a razo tem
que quem irosa
no parece bem.

A mostra de bela,
as obras so cruas;
pois qual destas duas
ficar na sela?
Se ficar irosa,
no vos est bem:
fique antes fermosa,
que mais fora tem.

O Amor fermoso
se pinta e se chama:
se amor, ama;
se ama, piadoso.
Diz agora a grosa,
que este texto tem,
que quem fermosa
h-de querer bem.

Havei d, minina,
dessa fermosura;
que, se a terra dura,
seca-se a bonina.
Sede piadosa;
no veja ningum
que, por rigorosa,
percais tanto bem.

Luís Vaz de Camões
[MININA FERMOSA]
Voltar