Canção rente ao nada
No silêncio quieto
Da noite parada                      

Como quem buscasse
Seu rosto e o errasse

1982

In O Nome das Coisas
Sophia de Mello Breyner Andresen
« Voltar