Há num lugar qualquer da Holanda
Um moinho □ triste
Esse moinho nunca anda
Nem propriamente mesmo existe.

Lá está na Holanda, □ tristonho
Ali eu era feliz afinal...
Desde que seja sempre em sonho
Sonhado aqui de Portugal...

26 - 4 - 1919

In Poesia 1918-1930 , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas, Madalena Dine, 2005
Fernando Pessoa
« Voltar