Se tanta pena tenho merecida
em pago de sofrer tantas durezas,
provai, Senhora, em mi vossas cruezas,
que aqui tendes na alma oferecida.

Nela experimentai, se sois servida,
desprezos, disfavores e asperezas;
que mores sofrimentos e firmezas
sustentarei na guerra desta vida.

Mas contra vossos olhos quais sero?
Forado que tudo se lhe renda;
mas porei por escudo o corao.

Porque em to dura e spera contenda,
bem que, pois no acho defenso,
com me meter nas lanas me defenda.

Luís Vaz de Camões
[SE TANTA PENA TENHO MERECIDA]
Voltar