Eu amei esses lugares
onde o sol
secretamente se deixava acariciar.

Onde passaram lábios,
onde as mãos correram inocentes,
o silêncio queima.

Amei como quem rompe a pedra,
ou se perde
na vagarosa floração do ar.

 


In Matéria Solar
Eugénio de Andrade
[EU AMEI ESSES LUGARES]
« Voltar