O sol feliz está a brilhar;
O campo é verde e contente,
Mas tenho o peito a ansiar
Por algo que está ausente.
Anseia por ti somente,
Anseia por beijos teus.
Não importa se és fiel
A isto.
O que importa é tu somente.

Sei que o mar está cintilante
Debaixo do sol de verão.
Sei que as ondas são brilhantes,
Cada uma e todas são.
Mas ‘stou de ti afastado,
Oh, dos teus beijos ausente!
E isso é o que há de verdade
Nisto.
O que importa és tu somente.

22 - 11 - 1935

In Poesia Inglesa , Assírio & Alvim, Obra Essencial de Fernando Pessoa, ed. de Richard Zenith, 2007
Fernando Pessoa
« Voltar