Porque o que nós precisamos, senhor, é a disciplina e a calma...
Andamos ao contrário do que pretendemos ser...
Algum gnomo maligno troca-nos os pelos à alma
E nem a nós encontramos se  ou querer...


 espaço deixado em branco pelo autor


[post 21-1-1915]

In Poesia 1902-1917 , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas, Madalena Dine, 2005
Fernando Pessoa
« Voltar