Porque deste a teu filho asas de plumagem e cera
se o sol todo-poderoso no alto as desfaria?
No me ouviu, de to longe, porm pensei que disse:
todos os filhos so caros que vo morrer no mar.
Depois regressam, prdigos, ao amor entre o sangue
dos que eram e dos que so agora, filhos dos filhos.

In Epstolas e Memorandos
Fiama Hasse Pais Brandão
EPíSTOLA PARA DéDALO
Voltar