Diante das estrelas
E do Sol
Sabendo a morte
E a vida aranha
Disconforme
E concordante
Pronta a parar na teia
Envelheci
Mas posso olhar ainda
Ainda
Cravos de sangue e rosas da estrada
Como se eterna fosse
Mas to tarde.

In Voz Nua , Livros Horizonte, 1986
Matilde Rosa Araújo
Voltar