Cansado, consentir-me-ei.

Nesse dia próximo ou distante,
                                             quando me sentar,
pegará   uma  das  mãos  na  outra   mão,
direi   consolações   balsâmicas
do   bálsamo   guardado  avaramente
lá onde a solidão cala a ternura,
direi   tão  doce,  que  estarei  sorrindo
ao  terminar  dizendo   que   o   destino  existe...

E então, hei-de ter piedade de mim próprio


In Coroa da Terra
Jorge de Sena
« Voltar