Sê o dono de ti
Sem fechares os olhos.

Na dura mão aperta
Com um tacto apertado 
O mundo exterior
Contra a palma sentindo
Outra coisa que a palma.

11 - 8 - 1918

In Poesia , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, 2000
Ricardo Reis
« Voltar