Pia, pia, pia
O mocho
Que pertencia
A um coxo...

Zangou-se o coxo
Um dia.
Meteu o mocho
Na pia, pia, pia.


[9-11-1924]

In Poesia 1918-1930 , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas, Madalena Dine, 2005
Fernando Pessoa
« Voltar