Acima da verdade estão os deuses.
A nossa ciência é uma falhada cópia
             Da certeza com que eles
             Sabem que há o Universo.


Tudo é tudo, e mais alto estão os deuses,
Não pertence à ciência conhecê-los,
            Mas adorar devemos
            Seus vultos como às flores,

Porque visíveis à nossa alta vista,
São tão reais como reais as flores
            E no seu calmo Olimpo
            São outra Natureza.

16 - 10 - 1914

In Poesia 1902-1917 , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas, Madalena Dine, 2005
Fernando Pessoa
« Voltar