Não procures verdade no que sabes 
Nem destino procures nos teus gestos 
Tudo quanto acontece é solitário 
Fora de saber fora das leis 
Dentro de um ritmo cego inumerável 
Onde nunca foi dito nenhum nome 

In No Tempo Dividido
Sophia de Mello Breyner Andresen
« Voltar