Puseste a crença num Deus justo e bom.
Foi esse Deus que te matou teu filho?

[c. 28-8-1923]

In Poesia 1918-1930 , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas, Madalena Dine, 2005
Fernando Pessoa
« Voltar