Num salão que parece dormente,
Meus olhos encontraram um quadro
Sábio e profundo, espantosamente,
      E de modo terrível acabado.
Um maior sentido do que possam ter
As lágrimas, o humano temor,
A humana loucura e o sofrer,
Vinha da mágica tela, como odor.

1907

In Poesia , Assírio & Alvim , edição e tradução de Luisa Freire, 1999
Alexander Search
« Voltar