Ilustre e dino ramo dos Meneses,
aos quais o prudente e largo Cu
(que errar no sabe), em dote concedeu
rompesse os maomticos arneses;

desprezando a Fortuna e seus revezes,
ide para onde o Fado vos moveu;
erguei flamas no mar alto Eritreu,
e sereis nova luz aos Portugueses.

Oprimi com to firme e forte peito
o Pirata insolente, que se espante
e trema Taprobana e Gedrosia.

Dai nova causa cor do rabo estreito:
assi que o roxo mar, daqui em diante,
o seja s co sangue de Turquia.
 

Luís Vaz de Camões
[ILUSTRE E DINO RAMO DOS MENESES]
Voltar