Ah, quem me dera ser desempregado! 
Não ter que fazer a valer, mas de dentro!
Ter □ 

 
 
□ espaço deixado em branco pelo autor
28 - 2 - 1931

In Poesia , Assírio & Alvim, ed. Teresa Rita Lopes, 2002
Álvaro de Campos
« Voltar