Civilizámo-nos... A hora
É ouro secando ao sol...
Um disparate? E não é mole
Tudo quanto em nós ignora?

Passei pegando nos remos
E pondo os pés sobre o arrebol
Prenunciadamente viemos
Pelo seu caminho de sol.

18 - 12 - 1914

In Poesia 1902-1917 , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas, Madalena Dine, 2005
Fernando Pessoa
« Voltar