Levantai, minhas Tgides, a frente,
deixando o Tejo s sombras nemorosas;
dourai o vale umbroso, as frescas rosas
e o monte com as rvores frondente.

Fique de vs um pouco o Rio ausente;
cessem agora as liras numerosas;
cesse vosso louvor, Ninfas fermosas;
cesse da fonte vossa a gro corrente.

Vinde a ver a Teodsio grande e claro,
a quem est oferecendo maior canto
na ctara dourada o louro Apolo.

Minerva, do saber, d-lhe o dom raro,
Palas lhe d o valor de mais espanto,
e a Fama o leva j de polo a polo.

Luís Vaz de Camões
[LEVANTAI MINHAS TÁGIDES A FRENTE]
Voltar