Há muito que deixei aquela praia
De grandes areais e grandes vagas
Mas sou eu ainda quem na brisa respira
E é por mim que espera cintilando a maré vasa.

 


In Dual
Sophia de Mello Breyner Andresen
« Voltar