Que feito do luar de outrora
A que eu sonhava?
O mesmo luar cai agora
No mesmo lugar onde eu ‘stava.
Mas era outro quem o luar encontrava
10 - 3 - 1921

In Poesia 1918-1930 , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas, Madalena Dine, 2005
Fernando Pessoa
« Voltar