Com pátios interiores e com palmeiras 
Com muros de tijolo com pequenos tanques 
Com fontes com estátuas com colunas 
Com deuses desenhados nas paredes de barro 

Com corredores e silêncio e penumbras 
Com vestidos de linho tocando a pedra pura 
Com cinamomo e nardo 
Com jarras donde corria azeite e vinho 

Com multidões com gritos com mercados 
Com esteiras claras sob os pés pintados 
Com escribas com magos e adivinhos 
Com prisioneiros com servos com escravos 
Com lucidez feroz com amargura 
Com ciência e arte 
Com desprezo 
Babilónia nasceu de lodo e limo 




In Livro VI - III - As Grades
Sophia de Mello Breyner Andresen
« Voltar