Em que túnica de pedra
te encontras ainda presa

Que pedra os braços te aperta
na pedra junto à cabeça

Ou és tu feita de pedra
mas perto de ser de seda

Ou só atrais quem te perca
pra que em pedra te convertas

 


In O corpo iluminado
David Mourão-Ferreira
« Voltar