No queiras, Ldia, construir no spao
Que tu te crs futuro, ou prometer-te
      Esta ou aquela vida.
      Tu-prpria s tua vida.
Sonha teus sonhos onde os sonhos vivem.

No te destines. No te ds futura.
Cumpre hoje, e a gestal taa gasta
      nscia da que se segue
      E inda vazia enches.

Quem sabe se entre a taa que tu bebes
E a que queres que siga no te a Sorte
      No interpe, sbia,
      Toda □

In Poesia , Assrio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, 2000
Ricardo Reis
[[NÃO QUEIRAS LÍDIA CONSTRUIR NO SPAÇO]]
Voltar