Sim, poderia ser...
Mas era preciso ver...
Eu preciso ver...

Poderei? Talvez...
Tu és aquele que és...
Eu sou isso por quem vês.


[9-11-1924]

In Poesia 1918-1930 , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas, Madalena Dine, 2005
Fernando Pessoa
« Voltar