Horas breves de meu contentamento,
nunca me pareceu, quando vos tinha,
que vos visse mudadas to asinha
em uns to longos dias de tormento.

As altas torres, que fundei no vento,
o vento as levou logo, que as sustinha;
do mal, que me ficou, a culpa minha,
pois sobre cousas vs fiz fundamento.

Amor com falsas mostras aparece;
tudo possvel faz, tudo assegura
e logo, no melhor, desaparece.

Eu o quis, pois o quis minha Ventura,
que, gemendo e chorando, conhecesse
quo fugitivo ele , quo pouco dura.

Luís Vaz de Camões
[HORAS BREVES DE MEU CONTENTAMENTO]
Voltar