Frei João, teus poemas
Ascéticos, não mostram
Mais do que o teu desejo
De não sentir o nada

post 2-1-1915

In Poesia 1902-1917 , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas, Madalena Dine, 2005
Fernando Pessoa
« Voltar