Duas horas te esperei 
Dois anos te esperaria. 
Dize: devo esperar mais? 
Ou não vens porque inda é dia? 

1934-1935

In Poesia do Eu , Círculo de Leitores, edição de Richard Zenith, 2006
Fernando Pessoa
« Voltar