Dantes quão ledo afectava Uma atroz melancolia! Poeta triste ser queria E por não chorar chorava. Depois, tive que encontrar A vida rígida e má. Triste então chorava já Porque tinha que chorar. Num desolado alvoroço Mais que triste não me ignoro. Hoje em dia apenas choro Porque já chorar não posso.
19 - 11 - 1908

In Poesia 1902-1917 , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas, Madalena Dine, 2005
Fernando Pessoa
« Voltar