Contas, que traz Amor com meus cuidados,
me fazem contas dar de meu tormento;
so contas com que anda o pensamento,
contando mgoas tristes, duros fados.

Contas cruis sero, se mal contados
os meus servios forem, cujo intento
sempre fazer conta em fundamento,
em contar-se por bem-afortunados.

Se, em saindo c fora, vos (eu) vejo,
contas, do peito em lgrimas tornadas,
causa deste efeito ide sem pejo;

e l direis que sois gotas salgadas
do infinito mar do meu desejo,
que acende o fogo em que sois forjadas.

Luís Vaz de Camões
[CONTAS QUE TRAZ AMOR COM MEUS CUIDADOS]
Voltar