A Dona Guiomar de Blasf, queimando-se com ũa vela no rosto.

Amor que todos ofende
teve, Senhora, por gosto
que sentisse o vosso rosto
o que nas almas acende.
Aquele rosto que traz
o mundo todo abrasado,
se foi da flama tocado,
foi por que sinta o que faz.

Bem sei que Amor se lhe rende;
porm, o seu pressuposto
foi sentir o vosso rosto
o que nas almas acende.

Luís Vaz de Camões
[AMOR QUE TODOS OFENDE]
Voltar