Cantas. E fica a vida suspensa.
… como se um rio cantasse:
em redor ť tudo teu;
mas quando cessa o teu canto
o silÍncio ť todo meu.

 


In As M„os e os Frutos
Eugénio de Andrade
[CANTAS. E FICA A VIDA SUSPENSA.]
ę Voltar