Entro sem bater à minha própria porta para constatar 
a minha perda. 

Restos de um lugar, pontas quebradas de um remorso 
não exposto. 

É difícil — a partir desta areia — repensar uma fuga. 
Uma dor diluída torna-se em água sem alicerce. 


In LUZ VEGETAL , Limiar, 1975
Egito Gonçalves
[[ENTRO SEM BATER ...]]
« Voltar