Não fui alguém. Minha alma estava estreita 
Entre tão grandes almas minhas pares, 
Inutilmente eleita, 
Virgemmente parada; 

Porque é do português, pai de amplos mares, 
Querer, poder só isto: 
O inteiro mar, ou a orla vã desfeita — 
O todo, ou o seu nada.


In Mensagem , Assírio & Alvim, ed. Fernando Cabral Martins, 1997
Fernando Pessoa
« Voltar