Trovas a ũa dama que lhe mandou pedir algũas obras suas.

Senhora, se eu alcanasse,
no tempo que ler quereis,
que a dita dos meus papis
pola minha se trocasse;
e por ver
tudo o que posso escrever
em mais breve relao,
indo eu onde eles vo,
por mim s quissseis ler;

despois de ver um cuidado
to contente de seu mal,
vereis o natural
do que aqui vedes pintado.
que o perfeito
Amor, de que sou sujeito,
vereis spero e cruel,
aqui com tinta e papel,
em mim co sangue no peito.

Que um contino imaginar
naquilo que Amor ordena,
pena que, enfim, por pena
se no pode declarar;
que se eu levo
dentro n' alma quanto devo
de trasladar em papis,
vede qual milhor lereis:
se a mim, se aquilo que escrevo.

 

 

Luís Vaz de Camões
[SENHORA SE EU ALCANÇASSE]
Voltar