Meu amor já me não quer,
Já me esquece e me desama.
Tão pouco tempo a mulher
Leva a provar que não ama!
24 - 2 - 1920

In Poesia 1918-1930 , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas, Madalena Dine, 2005
Fernando Pessoa
« Voltar