Aqui jaz A[lexander] S [earch]
De Deus e homens abandonado,
Da natureza troçado em dor;
Não acreditou em igreja ou estado,
Em Deus, homem, mulher ou amor,
Nem na terra aqui ou no céu além.
Do seu saber isto lhe vem:
(...) é rotina o amor,
Nada no mundo há de sincero
Salvo luxúria, ódio, medo e dor
E mesmo estes ultrapassados
Pelos danos por eles causados.
Ele morreu aos vinte e tal anos
Sentindo ao morrer só esta certeza:
Maldito o Homem, Deus e a Natureza.

In Poesia , Assírio & Alvim , edição e tradução de Luisa Freire, 1999
Alexander Search
« Voltar