Antes arder ao vento como archote
Num deserto de sombras e de medos,
Que ser a dócil rima cio teu mote,
Um morrão de cigarro nos teus dedos.

In Os Poemas Possíveis
José Saramago
« Voltar