Foi um dia de inúteis agonias.
Dia de sol, inundado de sol!...
Fulgiam nuas as espadas frias...
Dia de sol, inundado de sol!...

Foi um dia de falsas alegrias.
Dália a esfolhar-se, — o seu mole sorriso...
Voltavam ranchos das romarias.
Dália a esfolhar-se, — o seu mole sorriso...

Dia impressível mais que os outros dias.
Tăo lúcido... Tăo pálido... Tăo lúcido!...
Difuso de teoremas, de teorias...

O dia fútil mais que os outros dias!
Minuete de discretas ironias...
Tăo lúcido... Tăo pálido... Tăo lúcido!...

 


In Clepsidra
Camilo Pessanha
« Voltar