Por quem foi que me trocaram
Se estava a olhar para ti?
Pousa a tua mão na minha
E, sem me olhares, sorri.

Sorri do teu pensamento
Porque eu só quero pensar
Que é de mim que ele está feito
E que o tens para m’o dar.

Depois aperta-me a mão
E vira os lhos a mim…
Por quem foi que me trocaram
Se me estás a olhar assim?

 


13/14-10-1930

In Poesia 1918-1930 , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas, Madalena Dine, 2005
Fernando Pessoa
« Voltar