Viveu a vida reles e completa,
Em glória e arte o eco de um trovão.
Converteu-se por fim à religião.
Antes se convertesse a grande poeta.

 


In Poesia 1931-1935 e não datada , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas, Madalena Dine, 2006
Fernando Pessoa
« Voltar