O amor é que é essencial.
O sexo é só um acidente.
Pode ser igual
Ou diferente.
o homem não é um animal:
É uma carne inteligente,
Embora às vezes doente.
5 - 4 - 1935

In Poesia 1931-1935 e não datada , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas, Madalena Dine, 2006
Fernando Pessoa
« Voltar