Levava eu um jarrinho
Para ir buscar vinho;
Levava um tostão
P'ra comprar um pão;
Levava uma fita
Para ir bonita.

Correu atrás
De mim um rapaz.
Foi o jarro p'ra o chão,
Perdi o tostão,
Rasgou-se-me a fita...
Vejam que desdita!

Se eu não levasse um jarrinho
Para ir buscar vinho,
Nem levasse um tostão
P'ra comprar um pão,
Nem levasse uma fita
Para ir bonita,
Nem corresse atrás
De mim um rapaz
Para ver o que eu fazia,
Nada disto acontecia.


In Poesia 1931-1935 e não datada , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas, Madalena Dine, 2006
Fernando Pessoa
« Voltar