1. A terra é sem vida, e nada Vive mais que o coração. E envolve-te a terra fria E a minha saudade não! 2. Deixa que um momento pense Que ainda vives a meu lado. Triste de quem por si mesmo Precisa ser enganado! 3. Morto, hei-de estar ao teu lado Sem o sentir nem saber.. Mesmo assim isso me basta P'ra ver um bem em morrer. 4. Não sei se a alma no Além vive. Morreste! e eu quero morrer! Se vive, ver-te-ei; se nao, Só assim te posso esquecer.
11 - 1908

In Poesia 1902-1917 , Assírio & Alvim, ed. Manuela Parreira da Silva, Ana Maria Freitas, Madalena Dine, 2005
Fernando Pessoa
« Voltar